Localização
Avenida da República, 300
2750-475 Cascais
+351 214 826 970
Horário
3ª a domingo
10h às 18h
Público Geral: 3€
Residentes: 1.5€

Edifício/

Casa das Histórias/

A Casa das Histórias Paula Rego é um projeto do arquiteto Eduardo Souto de Moura. Retomando, num espírito contemporâneo, alguns aspetos da arquitetura histórica da região, distingue-se de imediato na paisagem por duas estruturas piramidais de igual dimensão e pelo betão pigmentado a vermelho.

Assumindo-se o terreno e as árvores preexistentes como elementos fundamentais, os diferentes volumes que compõem o edifício configuram quatro alas, subdivididas no interior em salas sequenciais, dispostas em torno de um volume central mais elevado, que corresponde à sala de exposições temporárias. O interior, em tons neutros, pavimentado a mármore azulino de Cascais, conta, para além das áreas técnicas e de serviço, com 750 m2 de áreas de exposição, uma loja, uma cafetaria com esplanada aberta para um frondoso jardim e um auditório com 200 lugares.

O projeto, correspondendo à vontade da artista, a quem se deve a escolha do arquiteto, dá resposta às muitas exigências de funcionalidade museológica, sem esquecer o bom acolhimento aos visitantes.

"Com a Casa das Histórias, dir-se-ia que Eduardo Souto de Moura se aproxima de uma abordagem 'regionalista', distanciando-se do abstracionismo moderno dominante na sua obra. Um regionalismo, todavia, não crítico e estranho ao significado de 'resistência' que justificou outras abordagens no Portugal dos anos oitenta do século passado. Neste espaço museológico para Cascais, Souto de Moura associa determinados dispositivos formais a heranças de composição arquitetónica, fórmulas de implantação e usos de escala que se podem facilmente contextualizar numa geografia muito particular. A proximidade com a obra de Raul Lino acontece, portanto, num enquadramento paisagístico 'a Sul', sem expedientes decorativos e despojada de recursos pitorescos."1

1 O Arquitectar das Casas Simples, Ana Vaz Milheiro, in Casa das Histórias Paula Rego - Arquitectura, 2009

Maquete do museu

"Com este museu, Souto de Moura desenvolve uma 'arquitetura do nosso tempo', ainda que, na realidade, repita "modelos antigos" - tal como defendia Aldo Rossi na sua autobiografia científica -, evocando arquétipos intemporais da iconografia urbana: torres, faróis, silos e chaminés, como as que marcam o perfil do Palácio de Sintra. Não é de espantar, e continuando na 'analogia', que, ao descrever este museu, Souto de Moura mencione ainda as coberturas pronunciadas dos palacetes de Raul Lino, ou a ideia de 'chaminé habitada', evocando a da cozinha de Alcobaça. De facto, e no seu melhor sentido interpretativo, a Casa das Histórias apresenta-se como uma obra 'historicista', condição esta que certamente espantará os mais fiéis seguidores e confundirá os mais diligentes críticos de Souto de Moura."2

2 O Palácio Escarlate, Nuno Grande, in Casa das Histórias Paula Rego - Arquitectura, 2009


Autor Eduardo Souto de Moura

Data do Projeto 2005
Data da Construção 2008-2009
Área de Construção 2650m2

Coordenadores do Projeto António Sérgio Koch e Ricardo Prata
Colaboradores Bernardo Monteiro, Diogo Guimarães, Junko Imamura, Kirstin Schätzel, Manuel Vasconcelos, Maria Luís Barros, Pedro G. Oliveira, Rita Alves, Sofia Torres Pereira, Susana Monteiro
Eng.º Estruturas AFAconsult
Eng.º Hidráulicas AFAconsult
Eng.º Electricidade RS - Raul Serafim e Associados
Eng.º Inst. Mecânicas PQF - Paulo Queirós de Faria

Casa das Histórias Paula Rego - Arquitectura, 2009

© Luís Ferreira Alves
© Luís Ferreira Alves